Charbon Rouge: entre o sofisticado e o cool

O recém-inaugurado Charbon Rouge surge como uma ótima opção na Lagoa, uma região em que bons restaurantes são mais do que bem-vindos. Seguindo a tendência do luxo acessível, a casa mostra que um lugar pode ser sofisticado e descontraído ao mesmo tempo.

Estive no Charbon para uma noite de cocktails Amázzoni Gin, preparados pela mixologista da casa Tati Soares e o convidado Roberto Torres.  A bebida, que pode ser considerada mais leve que a vodka e a cachaça, voltou a ter seu lugar de prestígio nos balcões mundo afora. Aqui no Brasil, a marca local Amázzoni chegou a ser eleita a melhor produtora artesanal do ano no World Gin Awards 2018, competição organizada pelo site The Drinks Report de Londres!

 

O lugar

O ambiente bonito, espaçoso e maravilhosamente bem-refrigerado já dá as boas-vindas por si só. O atendimento eficiente e extremamente gentil termina por cumprir essa tarefa. O Charbon Rouge circula entre o sofisticado e o cool, com as contribuições ilustres das pinturas de Jimi Hendrix e de Jack Nicholson nas paredes. A varanda, em dias frescos, também é um bom lugar para se estar. Caso esteja em um grupo grande ou para comemoração de aniversários, o mezanino tende a ser a melhor opção.

 Charbon Rouge - Lagoa

Os drinks

Como dá pra ver pela foto aqui de cima, o bar tem vida própria. Além da simpatia da bartender, era tentador ficar por lá e ver os drinks saindo a todo vapor. No dia que eu fui, era um evento para imprensa com um cardápio especial, então pode ser que os drinks citados aqui não continuem no cardápio. De qualquer forma, você pode sempre pedir com jeitinho e ver se a Tati não prepara ele pra você 😉

Chaveco: Drink à base de camomila. Não curti tanto, mas deu pra perceber que é uma questão de gosto e não de qualidade.

Bramble: Releitura de um drink típico de Londres na década de 80. Meu preferido da noite, tanto que teve até repeteco. Vou botar a foto que o @drinksrio postou, porque fez jus à apresentação do drink. Aliás, pra quem curte alta coquetelaria, super recomendo seguir essa página! 

Para a turma do vinho, good news: a adega do Charbon Rouge é digna de colecionadores. Quem preferir, pode levar seu próprio rótulo, desde que se atente à cobrança da taxa de rolha.

 

Os pratos

Já na parte gastronômica, as carnes e grelhados são a especialidade da casa. O restaurante abre também para almoço, oferecendo inclusive opções de pratos executivos. Acabei não provando nenhum prato forte da casa, pois como a noite era de drinks, ficamos só nos aperitivos mesmo. 

As opções, dispostas em um tablet, seguem uma linha gourmet condizente com o ambiente criado. Para começar, provamos o Couvert (R$24), que cumpre bem a sua proposta e ainda consegue inovar. Em seguida, um saboroso e bem-executado Steak Tartar (R$25) veio para mostrar que clássicos são clássicos por um motivo.

Charbon Rouge Lagoa

Depois, seguimos para a Costela desfiada (R$30), que ficou longe de ser o meu preferido. Apesar do meu fraco por cebola roxa, na minha opinião a carne acabou pesando desnecessariamente o prato. Uma pena, pois seria inclusive uma boa oportunidade de oferecer mais uma alternativa vegetariana no menu. Finalizamos a farra gastronômica com as lâminas de aspargos com parma (R$22), que trouxe um creme de queijo de cabra divino na composição. 

Serviço

Em suma, o Charbon Rouge tem ambiente amplo e agradável, um bar animado e preços justos. Combinação mais que bem-vinda para o time de restaurantes da Zona Sul.

 

Charbon Rouge: SiteFacebook e Instagram
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 829, Lagoa.
Horários de funcionamento: consultar diretamente com o estabelecimento
.

Transparência

O When in Rio esteve na casa à convite da Mural Comunicação no dia 29/01/2018. Apesar disso, em nenhum momento me comprometi a fazer uma resenha positiva, como dá pra perceber pelo próprio texto. Tudo que escrevi aqui no post reflete a minha opinião com base na experiência que eu tive, sempre buscando preservar a minha credibilidade com vocês.

Blog especializado em conteúdo sobre o Rio de Janeiro, com dicas tanto para turistas quanto para moradores.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *